quarta-feira, 14 de novembro de 2007

RECRUTA-SE URGENTE !

Organização paraestatal em fase de crescimento procura profissionais da área de neutralização de suspeitos. A meta é revitalizar o bem-estar da elite branca e perversa tendo como missão reduzir a desigualdade social, aniquilando moradores de regiões desassistidas pelo Poder Público, estejam ou não ligados ao crime. Formando novas equipes, buscam-se idealistas dispostos a promover o terror na periferia usando de métodos tradicionais.

Das condições para o ingresso:

- Preferência por candidatos adeptos à " Lei de Talião ".
-
Espírito vingativo e tendências sociopatas será diferencial.
- "Sangue nos olhos" é fator determinante na seleção.
- Disponibilidade para jornada noturna.
- Domínio do kit "abordagem seguida de execução extrajudicial".
-
Habilidades no uso de armas com numeração raspada.
- Agilidade na adulteração das provas é imprescindível.
- Aos aprovados, dar-se-á todo apoio moral.

Converse com o seu superior ou procure pelo "Balcão de Negócios" da Secretaria de seu Estado e cadastre-se nas seguintes categorias:

- Gerente operacional do macabro
- Supervisor de disparo acidental
- Técnico em tiro na nuca
- Encarregado de desova de cadáveres
- Perito em tiro à queima-roupa
- Chefe de logística em chacinas


ÚLTIMAS UNIDADES !
Encontra-se à disposição o novo    Manual da Corrupção - Edição 2014.
Totalmente ampliado e revisado, contém todas as dicas para optimizar técnicas e maximizar os resultados. Extorsões, sequestros, roubos, homicídios e muitas outras práticas habituais. Um capítulo exclusivo sobre "Acertos com bocas de fumo" traz todos os segredos de uma negociação mais eficaz e lucrativa. Dicas e depoimentos daqueles que já enriqueceram repentinamente. Como se livrar da Corregedoria e de IPMs. O verdadeiro vade-mecum
de todo profissional da área de segurança pública. Reforce o seu pobre orçamento adquirindo já a sua brochura personalizada. Encadernação em couro!

3X

5X

BRINDE !!!! : INDICANDO OUTROS PARCEIROS, GANHA UMA LINDA TOUCA NINJA.

Eventualmente o Poder Público desmonta um ou outro bando, porém o núcleo duro continua ativo e inalcançável. Consigo identificar tanto marginal pelas ruas misturados à gente decente que, no futuro, grupos de extermínio vão ter CNPJ. 

Em tempo: bandidos de farda, estes multiplicam-se e  parecem ter vida longa.

4 comentários:

felipe disse...

Boa noite! Gostaria de encontrar o senhor pessoalmente para entregar minha pistola Ponto 40! De farda e viatura o senhor não precisa, pode usar o carro particular e roupas civis. Só quero que faça algum trabalho policial. O senhor pode ainda optar entre qual tipo de policial ser. Pode ser o corrupto, o matador, pode ser o profissional graduado em ensino superior... Pode ser o desligado, o aplicado. Pode ser qualquer um. Ah, me esqueci de comentar: o senhor não faz parte do legislativo nem do judiciário, portanto não tem o PODER nem o DIREITO de fazer julgamentos. Introspectivo, só... Tem somente seus próprios perfis nas redes sociais... Se você não é apto a viver em sociedade, por que se julga apto a julgar alguém, ou a uma determinada parcela da sociedade? Exacerba crimes dos servidores públicos, mas faz apologia ao ódio e à discriminação? Você é uma piada de mau gosto. Tem quantos blogs? Quantas vezes alguém já comentou neles? "Seu eu não gostar de você, não insista." Espere...Nem VOCÊ tolera VOCÊ. Mas pelo menos você, ou o senhor caso queira, sabe muito bem ser humilde e expor suas fraquezas e limitações, as de não saber se relacionar nem ser aceito por ninguém. Provavelmente é discriminado por algo, algum cacoete, a forma de falar, de andar se vestir e pelas idéias que expõe. Odeia a polícia, odeia nordestinos... Mal sabe que tem uma porcentagem de sangue miscigenado nas veias, o 0,0001% que seja. O senhor é simplesmente medíocre, covarde e criminoso. Mas pensando pelo lado positivo nem cães, aliás, nem as pulgas dos cães lhe dão ouvidos. "Comentários anônimos são coisa de frouxos". Comentários assim como os seus é que são. Eu duvido, aliás, pagaria em ouro pra ver o senhor falar QUALQUER coisa dessas que prega para qualquer servidor de segurança pública, na cara deles. Desculpe-me, o senhor não tem o quê? Ah é. Coragem, vergonha na cara, hombridade. Não pode melhorar em nada aquilo que ataca. Você não é nada. Quem se importa com você, suas opiniões e ideologias? Ninguém. Nem eu me preocupo tampouco. Só me senti na obrigação cívica de educar o senhor nem que fosse ao menos um pouquinho.

Grande abraço!!

Clayton Furlan disse...

Respondendo... FELIPE é codinome utilizado por quadrilheiros da "gloriosa" Polícia Militar. Herói insuspeito que não hesitaria em fazer uso da mais despudorada e canhestra farsa para livrar o próprio rabo do aperto, e de viés, da camarilha fardada, sabidamente, enquistada no crime. Se para o bom nome da instituição a que pertence tivesse que escolher entre denunciar seus colegas bandidos e colocar a mãe num prostíbulo, certamente, optaria pela segundo alternativa. Quer entregar a sua arma como que se quisesse provar que são os únicos capazes de realizar o ofício policial com tanto zelo pela legalidade. Digo que não será necessário. Tenha-a sempre à mão e municiada, caso venha descobrir que sua esposa esteja transando com um aspirante a oficial. Adepto do modus operandi particular, na mais esperada das cenas, deve tentar matar a ambos sem dar às vítimas chance de defesa, e, ato contínuo, queira liquidar consigo mesmo. Já vai tarde, palhaço. Positivo e operante.

felipe disse...

Nada mais justo. Pelo que tempo que demorou para responder fez um ótima consulta aos dicionários!! Enchi-me de alegria ao ler. Vou tarde, vou pra onde? Não saí sequer por um minuto! Quando cursava a terceira série do ensino fundamental jamais alguma criança ousou argumentar ofendendo a minha família. Foram um tanto mais corajosas e disseram coisas com relação à mim. Não pense que tais coisas acontecem com todos só porque acontecem com você, sua mãe e seu esposo (!) diuturnamente, traumatizando-o... Para lidar som sujeitos como você não é preciso sequer se uma arma de fogo. Uma luva de pelica é o mais que o suficiente. Melhor ainda, um espelho! Hahahahaha. mas realmente o "icing of the cake" seria uma camisa de força. Hahahahaha, meus fraternos cumprimentos!
Em tempo: não consegui detectar em sua resposta (a não ser que esteja aritimeticamente encriptografado nas entrelinhas, algo fácil para alguem da sua... erm.... extirpe, laia, ou que queira criar usando vocábulos que aprendeu na VEJA), sequer UM argumento que rebatesse qualquer coisa proferida por mim no meu primeiro comentário!! Passar bem. Hahahahaha.

Clayton Furlan disse...

Respondendo... FELIPE faz parte da ala dos transviados da fabulosa corporação, o que representa, com mínima margem de erro, 90% do contingente. Quer que o mundo acredite que são pessoas da mais incontestável inocência. Parece desconhecer que existem relatos muito bem documentados sobre as perversões cometidas por agentes do Estado, entre outras safadezas. Ou já é sociopata ou vai virar. Não sabemos se existe de fato. A probalidade de se identificar é nula. Até que se prove ao contrário, apenas um cão que rosna junto ao osso. Nada pode fazer, canastrão!